Curso

Manaus: 13 a 15.05.2019 - Encerra no 3°. dia as 12h00

COMUNICAÇÃO ESCRITA OFICIAL

CONSOANTE AS ALTERAÇÕES DO MANUAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

DESTAQUES

  • Ajustar conteúdos técnicos a níveis praticáveis, que correspondam à experiência e à capacidade de compreensão do leitor;
  • Conhecer novas técnicas redacionais, capazes de aumentar a clareza e a legibilidade das informações;
  • Eliminar erros gramaticais e vícios de linguagem, capazes de provocar “ruídos” comunicativos;
  • Melhorar o padrão de clareza e transparência dos ofícios, circulares, e-mails e demais documentos corporativos;
  • Produzir resultados com qualidade e tempestividade, mediante a racionalização dos controles e a eliminação do excesso de burocracia, que engessa o fluxo normal das atividades, provoca retrabalho e prejudica a correta prestação dos serviços.
  • Vivenciar as alterações resultantes da implementação do novo acordo ortográfico.
Apresentador: Prof. JOSÉ PAULO MOREIRA DE OLIVEIRA

APRESENTAÇÃO

Hoje, mais do que nunca, a Comunicação escrita se insere como ferramenta fundamental para a gestão administrativa. Cada vez mais, a diferenciação entre os Órgãos Públicos advém da capacidade de atender ao cliente com eficiência, antecipar-se às demandas da sociedade e agir com transparência na resolução de problemas corporativos.
Nesse sentido, economizar o tempo despendido na geração de cartas, ofícios, circulares, e-mails e demais documentos oficiais é de suma importância para o bom funcionamento das Organizações.
O Programa considera as seguintes premissas:

  • O crescimento avassalador da informática modificou radicalmente os conceitos de tempo, espaço, sigilo e confidencialidade.
  • A escrita passa por profundas transformações, que demandam do servidor o desenvolvimento de novas habilidades, resultantes das exigências de um público amplo, diversificado e cada vez mais exigente. Não há mais espaço para a leitura de tratados intrincados e volumosos.
  • Profundidade, pertinência, substância e amplo domínio do assunto continuam como virtudes valorizadas e apreciadas. O problema reside na forma como esses conceitos serão transmitidos ao leitor.

Em consonância com esses princípios, acaba de ser publicada a terceira edição do Manual de Redação da Presidência da República (2018). Nele, enfatiza-se o tratamento diferenciado de questões ligadas à clareza, impessoalidade, transparência e publicidade dos documentos oficiais, além da abordagem de temas não contemplados em edições anteriores, tais como coesão textual, uso do e-mail e observância do paralelismo, entre outros. 

Importante destacar que nosso Programa já contempla essas alterações. 

OBJETIVO

Proporcionar a aquisição de informações capazes de levar os participantes a:

  • Ajustar conteúdos técnicos a níveis praticáveis, que correspondam à experiência e à capacidade de compreensão do leitor;
  • Conhecer novas técnicas redacionais, capazes de aumentar a clareza e a legibilidade das informações;
  • Eliminar erros gramaticais e vícios de linguagem, capazes de provocar “ruídos” comunicativos;
  • Melhorar o padrão de clareza e transparência dos ofícios, circulares, e-mails e demais documentos corporativos;
  • Produzir resultados com qualidade e tempestividade, mediante a racionalização dos controles e a eliminação do excesso de burocracia, que engessa o fluxo normal das atividades, provoca retrabalho e prejudica a correta prestação dos serviços.
  • Vivenciar as alterações resultantes da implementação do novo acordo ortográfico. 

A QUEM SE DESTINA

“Comunicação Escrita Oficial” é direcionado a servidores que necessitam rever/atualizar/aprofundar seus conhecimentos gramaticais, além de conhecerem ferramentas de linguagem, imprescindíveis para se obter uma comunicação direta e eficaz. 

RESULTADOS PARA OS PARTICIPANTES

O Programa consubstancia o entendimento de que ninguém está definitivamente formado. Espera-se que, ao final do treinamento, os participantes estejam aptos a perceber que a comunicação escrita configura-se como instrumento essencial para a consolidação de experiências inovadoras, que abrem espaço para a reestruturação e a modernização institucional, em consonância com a dimensão do momento de grandes transformações que estamos vivendo. 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

 

MÓDULO I
Linguagens

• Adequação da linguagem utilizada, visando facilitar a exata compreensão das informações prestadas;
• Utilização de padrões – formal ou culto – adequados ao contexto e às necessidades informacionais do leitor;
• A Redação Oficial: orientações do Manual de Redação da Presidência da República (nova edição) e dos manuais do TSE, do TCE-RJ, do STF e do TCES.

MÓDULO I I
Levando o leitor à ação

• Como exercer controle rigoroso sobre a quantidade de informações;
• Como implementar as ações necessárias para evitar:
a.Rebuscamentos de linguagem;
b.Má utilização de termos genéricos;
c.Emprego de jargões e de frases estereotipadas;
d.Utilização de períodos excessivamente longos;
e.Utilização inoportuna de estrangeirismos e tecnicismos;
f.Ausência de coesão e de coerência textuais;
g.Quebra de paralelismo.

MÓDULO I I I
Questões gramaticais

Observância de questões gramaticais ligadas a:
• Formas de impessoalidade;
• Uso do bom e do mau gerúndio;
• Uso dos sinais de Pontuação;
• Concordância nominal e verbal;
• Emprego do acento grave indicador da crase;
• Emprego dos pronomes demonstrativo, pessoal e relativo;
• Colocação pronominal;
• Ordenação das palavras na frase;
• Alterações promovidas pelo novo acordo ortográfico.

MÓDULO I V
O texto técnico
Apresentação do texto técnico

• O ofício: regras de uso. O que mudou e o que não mudou na redação oficial;
• E e-mail: regras de uso. A netiqueta;

Desenvolvimento do texto técnico
• Como alcançar a precisão vocabular com base em uma leitura contextual;
• Como evitar frases de ladainha, eliminar ambiguidades e aumentar a legibilidade dos documentos institucionais;
• Como trabalhar coesão e coerência textual. 

METODOLOGIA

Participativa e fundamentalmente interativa, apoiada tanto na fundamentação conceitual como na abordagem de cases empresariais-consubstanciada em exercícios práticos-aliada à vivência simulada de “ruídos” de comunicação corporativos.

Dados do apresentador

Prof. JOSÉ PAULO MOREIRA DE OLIVEIRA

Formado em Letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e pós-graduado em Comunicação empresarial pela UCAM, José Paulo Oliveira, em 35 anos de magistério, lecionou em vários colégios e universidades, no Rio de Janeiro e em São Paulo.
Atualmente, José Paulo coordena o Programa de Aprendizagem para Alunos do Ensino Médio da FGV. Foi professor do colégio de São Bento e da Escola Teológica da Congregação Beneditina, afiliada ao Pontifício Ateneu de Santo Anselmo, em Roma. Coordenou o curso de Comunicação Escrita para Executivos da Fundação Getúlio Vargas (antigo Catesp) e lecionou, por nove anos, na Escola Superior de Propaganda e Marketing, na Graduação e na Pós-Graduação (RJ e SP).
Atua com destaque no mercado de Consultoria em Comunicação, Elaboração de textos técnicos e Business Writing. Escreve artigos para várias revistas especializadas e sites mundiais e participa de bancas examinadoras para elaboração de provas de concursos públicos. José Paulo vem atuando como Professor, Palestrante e Consultor para inúmeras organizações públicas e privadas, já tendo sido contratado por notória especialização pelos mais renomados órgãos públicos de todo o País.
É um dos autores do livro Como Escrever Melhor, presente na série Sucesso Profissional, publicada pela Publifolha (já com mais de cem mil exemplares vendidos, no Brasil e no exterior). O livro tem sua trajetória internacional consolidada, com distribuição na Inglaterra, Canadá, Nova Zelândia, Estados Unidos, Austrália, Índia, Países Árabes e Hong Kong, sob o título Writing Skills. São ainda de sua autoria os livros “Como escrever textos técnicos” (editado pela Cengage Learning do Brasil), “A Redação Eficaz (editado pela Campus) e “Guia de Referência Promocional” (editado pelo Senai). Na área de manuais, escreveu “Dicas de Redação da Petrobras Distribuidora – BR e os manuais de redação da Docenave, da CGE do Maranhão, do jornal “O Liberal” (PA) e do Tribunal de Contas do Espírito Santo.
Professor e consultor da GD/TREIDE, onde ministra treinamentos sobre: “Comunicação Escrita Empresarial”; “Comunicação Escrita Oficial”; “Elaboração de Relatórios, Notas Técnicas e Pareceres”; “Oficina de Produção de Relatórios de Acompanhamento, Fiscalização e Controle” e “Redação de Normas Técnicas”.

 

NEWSLETTER

Cadastre as suas informações e receba periodicamente a programação completa da TREIDE

Período(s) e Local(ais)

Manaus
Período: 13 a 15.05.2019 - Encerra no 3°. dia as 12h00
Horário: 08h00 as 12h00 - 13h30 as 17h30
Local: Hotel Comfort Manaus - Av. Mandi, 263 - Distrito Industrial I

Locais de Inscrição

GD CURSOS
Fone: (91) 3348 4840
E-mail: gd@treide.com.br
Home Page: www.treide.com.br
TREIDE - TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO
Fone: (91) 3348 4842
E-mail: atendimento@treide.com.br
Home Page: www.treide.com.br

Opções de Investimento

R$ 2.090,00 POR PARTICIPANTE,
Incluindo completa estrutura de apoio, material didático, Kit do Participante, cinco coffee breaks, estacionamento e Certificado.

Condições Especiais

Para cada grupo de 04 inscrições pagas integralmente, oferecemos a 5ª de cortesia. 

Clique aqui e acesse as Certidões Negativas.

A GD CURSOS é cadastrada no SICAF.

M V D DOS SANTOS TREINAMENTOS – EPP (Razão Social)
GD CURSOS (Nome Fantasia)

  • Endereço: Passagem Mac Dowell, 88 – Sala A – Bairro Nazaré - 66035-150 – BELÉM – PA
  • CNPJ: 24.483.286 / 0001 – 71
  • Inscrição Municipal: 268.410 – 9
  • Fone: (91) 3348 – 4840 – (91) 3348 – 4842
  • E-mail: gd@treide.com.br

Formas de Pagamento

  • À vista (cheque ou espécie)
  • Depósito bancário
  • Nota de Empenho

Pagamento em nome de M V D DOS SANTOS TREINAMENTOS

  • Banco Bradesco S/A
    Agência 2398-1 - Conta Corrente 20036-0
  • Inscrições
  • Cancelamento de Inscrição
  • Adiamento ou Cancelamento
  • Assegure a sua participação e colabore para a viabilização do treinamento. Confirme a sua inscrição com até 5 dias de antecedência.

  • O cancelamento de inscrição será aceito com antecedência mínima de 3 dias úteis antes do período de realização do treinamento. Após esse prazo será aceita substituição ou solicitação de Carta de Crédito no valor da inscrição para utilização em outro treinamento da GD CURSOS/Treide.

  • Este treinamento é um CURSO ABERTO e a sua realização está condicionada a uma quantidade mínima de participantes A GD CURSOS/Treide reserva-se o direito de adiar ou cancelar o Curso se não houver número suficiente de inscrições. Recomendamos aos inscritos de outras Cidades que confirmem a realização do Curso antes da emissão de passagens aéreas e outras providências.